Adquirente e Subadquirente: Quais as diferenças?


Se você é empreendedor e só aceita dinheiro em papel (ainda), precisa ler este artigo. Confira as principais diferenças entre Adquirente, Subadquirente e Gateway!

Se você é um empreendedor e utiliza maquininha de cartão em seu negócio, certamente já ouviu falar sobre adquirentes e subadquirentes, mas se você ainda não sabe o que é isso, recomendo que leia este artigo até o final.

As adquirentes e subadquirentes são as responsáveis por efetuar transações financeiras por meio de sistemas que realizam a integração direta com os bancos e bandeiras de cartões. Sabe aquela sua maquininha de cartão? O sistema que gerencia e realiza as transações é controlado por uma adquirente ou subadquirente.

Mas, afinal, qual a diferença entre adquirentes e subadquirentes?

(imagem: Yapay)

Adquirente

As adquirentes, também conhecidas como credenciadoras, são as responsáveis pelo processamento das operações via cartão de crédito e débito. Sua principal função é criar um canal de comunicação rápido, direto e seguro entre sua loja e o banco para checar os dados do comprador e validar a venda.

Basicamente, o cliente chega em sua loja, faz uma compra e, na hora de pagar, os dados presentes no cartão são enviados ao adquirente. Então é feita a comunicação entre seu ponto de venda e o banco/bandeira. Dessa forma a compra poderá ser validada ou negada.

Entre as vantagens das adquirentes, estão os baixos custos por transações e a maior facilidade nos pagamentos. Entretanto, as adquirentes não oferecem serviços de antifraude, esta parte fica a cargo do lojista.

LEIA TAMBÉM: O que é Chargeback e como evitar?

As adquirentes mais conhecidas hoje no Brasil são Rede, Cielo e GetNet (parceira do Santander), encarregadas por realizar a comunicação direta com as bandeiras e bancos emissores. As adquirentes efetuam o repasse do valor das transações para as empresas em prazos de 1 até 31 dias.


Subadquirente

(imagem: Yapay)

As subadquirentes, ou intermediadores, são empresas facilitadoras que dispensam a filiação a um banco ou adquirente para receber pagamentos. O que resulta em uma redução dos processos burocráticos.

LEIA TAMBÉM: É possível ter uma máquina de cartão com o nome sujo?

Dessa forma, a subadquirente é a intermediadora responsável pela aprovação dos pagamentos e pela segurança das transações realizadas.

As subadquirentes são mais utilizadas em pequenos negócios (mas nada impede que grandes empresas também utilizem), uma vez que sua integração com as lojas é muito mais simples e custam menos para serem implementadas. Contudo, a cobrança por transação efetuada normalmente é maior.

Entre os serviços oferecidos por subadquirentes está a transação financeira, serviço antifraude e contas digitais integradas.

Aqui no Brasil, os principais exemplos que temos de subadquirentes são PagSeguro, Mercado Pago e Sumup.

Gateway de pagamentos

Não é o foco deste artigo, mas por último, ainda temos os Gateways, que são sistemas de pagamentos criados para lojas online (e-commerce) e são integrados aos adquirentes ou subadquirentes. Eles funcionam da seguinte forma: o cliente fornece os dados da compra na página de checkout digitando os dados, assim, o gateway coleta essas informações e repassa aos bancos ou adquirentes.

O grande diferencial dos Gateways é a integração com diversas funcionalidades. Como, por exemplo, serviços antifraude, opções de crédito e débito, empresas conciliadoras, etc.

Os gateways possibilitam fazer a venda quando não é possível encontrar o cliente pessoalmente.


É isso pessoal. Se você é empreendedor e só aceita dinheiro em papel, sinto lhe informar, está perdendo vendas! Esperto que este artigo ajude de alguma forma.

Boas vendas e sucesso!

LEIA TAMBÉM: Como escolher a máquina de cartão certa?


Moderninha Pro 2

Você já viu a promoção da nova Moderninha Pro 2?

Você não paga aluguel, taxa de adesão, não precisa ter conta bancária, pode aceitar as principais bandeiras do mercado, além de vouchers como VR, Elo, entre outros, fazer recargas de celular para qualquer operadora e ainda tem 5 anos de garantia.

E aí, já decidiu se vai pagar no boleto ou cartão?


O que achou deste artigo?
Quero deixar um comentário!

×