Quais atividades permitidas no MEI?


Precisando tirar seu CNPJ? Então confira quais são as atividades permitidas no MEI (microempreendedor individual).

Por incrível que pareça, muitos autônomos ainda não conhecem o programa do governo para microempreendedores individuais, também conhecido pela sigla MEI.

Tornar-se um MEI é fácil, rápido e de baixo custo, na verdade para abrir o CNPJ como microempreendedor individual é grátis, será necessário apenas fazer o pagamento da DAS mensalmente, que é o Documento de Arrecadação do Simples Nacional, ou seja, como você agora é um empresário, terá que recolher alguns impostos, mas não se preocupe com isso, os valores são bem baixos (não passam dos R$ 70,00 mensais).

Por lei, um microempreendedor pode ter no máximo 16 atividades cadastradas em seu CNPJ de MEI. Sendo uma delas a principal e outras 15 secundárias. A gestão destas atividades permitidas para o microempreendedor individual é feita pelo Sebrae – Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – e contém um total de 466 profissões que podem ser cadastradas por um MEI.

Para saber se a sua atividades faz parte desta relação, recomendo que acesse a lista completa de atividades permitidas no MEI (site Portal do Empreendedor). Esta lista é atualizada anualmente, portanto, novas atividades podem entrar e outras podem sair. Fique atento!

LEIA TAMBÉM: Máquina de Cartão de Crédito para MEI – Microempreendedor Individual ou Autônomo

Como abrir um MEI?

Agora que você já consultou a lista acima e viu que sua atividade é permitida, vamos ao segundo passo.


Para abrir seu CNPJ como MEI é bem fácil e rápido. O processo de abertura é feito inteiramente através da Internet, não precisa de contador e conta apenas com seis passos simples para conclusão. Confira abaixo:

  1. Primeiramente, deve-se acessar a página de formalização no site do Governo Federal;
  2. Depois que acessar o link acima, o interessado deverá inserir seu CPF e a senha da conta Brasil Cidadão. Caso não possua, deverá efetuar um cadastro rápido;
  3. Em seguida, autorizar o acesso aos dados por parte do site do governo;
  4. No quarto passo, então, será solicitado o número do Título de Eleitor ou o número do recibo da declaração de Imposto de Renda dos últimos dois anos;
  5. Posteriormente, um formulário com deve ser preenchido com as informações pedidas. Nesse passo, o interessado precisará informar a atividade desejada;
  6. Por fim, preencher as declarações e concluir sua inscrição como microempreendedor individual.

Pronto, cadastro concluído! você já possui seu CNPJ e não está mais na informalidade. Agora poderá desfrutar de alguns benefícios que só estão disponíveis para pessoas jurídicas.

Vale lembrar que o MEI não pode participar como sócio, administrador ou titular de outra empresa, ou seja, a pessoa que for abrir o MEI não pode estar vinculada a nenhum outro CNPJ.


Ter um CNPJ nos dias de hoje pode lhe dar algumas vantagens em relação a sua concorrência. Pensem nisso!

Estou a disposição caso tenham dúvidas sobre o assunto.

LEIA TAMBÉM: Como escolher a máquina de cartão certa?

*ATENÇÃO: Os preços de venda das maquininhas podem sofrer mudanças. Caso tenha dúvidas, fale conosco pelo Whatsapp.


Moderninha Pro 2

Você já viu a promoção da nova Moderninha Pro 2?

Você não paga aluguel, taxa de adesão, não precisa ter conta bancária, pode aceitar as principais bandeiras do mercado, além de vouchers como VR, Elo, entre outros, fazer recargas de celular para qualquer operadora e ainda tem 5 anos de garantia.

E aí, já decidiu se vai pagar no boleto ou cartão?


O que achou deste artigo?
Quero deixar um comentário!

×